O Observatório
Prêmios
Orgulho do reconhecimento do nosso trabalho para a sociedade
Prêmios

Os prêmios e as indicações simbolizam o aprimoramento de nossa atuação e o reconhecimento da sociedade em relação ao trabalho que desenvolvemos, traduzindo assim o resultado da prática concreta de nossa missão.

2010 – Vencedor do Projeto Capital Semente, ESPM Social e Fundação Citi.

O Capital Semente é um projeto que visa apoiar, investir e incentivar o trabalho de ONGs que lutam por um mundo mais sustentável, oferecendo gratuitamente, consultorias em Marketing e Comunicação para diversas entidades do terceiro setor. A consultoria é um trabalho profissional, gratuito, feito por alunos dos cursos de Graduação da ESPM sob orientação de professores e especialistas na área. A iniciativa, desde 2009, conta com o apoio da Fundação Citi, do Citibank.

As entidades selecionadas recebem ao final do processo, um plano de marketing e comunicação com base no diagnóstico feito a partir da análise macro e micro ambiental da organização, assim como do ambiente externo. O objetivo é auxiliar à estruturação das atividades das ONGs, de modo a divulgar melhor o trabalho realizado, buscar parceiros, ordenar a gestão financeira, melhorar e ampliar o atendimento.

Em 2010 o Observatório da Longevidade Humana e Envelhecimento (OLHE) recebeu um cheque simbólico no valor de R$ 3.500,00 do Capital Semente – ESPM Social e Citi – como premiação ao trabalho dos alunos consultores finalistas que atuaram junto ao Observatório no segundo semestre de 2009 em prol do desenvolvimento social.

2008-2009 – Vencedor da 10ª. Edição do Talentos da Maturidade, Banco Real-Santander – Programas Exemplares.

Criado em 1999, o Concurso Talentos da Maturidade vem desde então incentivando o envolvimento do setor privado no combate ao preconceito contra os idosos. Inúmeros trabalhos foram desenvolvidos nessa área e muitos deles foram premiados. Em 2008/2009, o OLHE foi um dos vencedores da 10ª edição do Concurso Talentos da Maturidade, na categoria Programas Exemplares, com o projeto Condomínio Amigo do Idoso, com o objetivo de promover a construção de redes locais de apoio, envolvendo moradores, síndicos, zeladores, funcionários dos edifícios, administradoras prediais e organizações situadas no entorno dos condomínios, tendo em vista conscientizar e qualificar pessoas e empresas que têm idosos como destinatários de seus serviços, bem como fomentar relações de solidariedade para com eles nos condomínios e comunidades.